« Estive aqui e lembrei de você | Main | Obama, eleito, oba (?) »

04-11-2008

Comments

Maxi de Sena Maximino
Olha, simplesmente viajei, mesmo sem te conhecer, para dentro da sua história. A maneira como você valorizou as pessoas e o lugar com suas palavras (Mergulho na paisagem, no passado e na saudade)foi simplesmente maravilhoso. É como se fosse eu que tivesse escrito tudo isso, pois é exatamente isso que sinto e o que penso sobre pessoas e lugares especiais na minha vida. Principalmente falando de Sertão! Parabéns pelo Blog e posta mais....Té breve....
Maxi de Sena Maximino
Olha, gostei muito do que foi postado viu?! Suas palavras, logo no início, me fizeram mergulhar, mesmo sem te conhecer, em sua história de família e, o mais incrível é que eu senti como se fosse eu que estivesse escrevendo tudo o que você colocou, pois é simplesmente o sinto por meu Sertão e também pelas pessoas que são importantes na minha vida. Obrigado por, através das imagens e palavras, fazer-me sentir muitos sentimentos bons. Posta mais.....Té breve!
PAULO MARCIO OLIVEIRA CARVALHO
PARABÉNS, TANTO PELAS FOTOS, QUANTO PELO AMOR AO SERTÃO, E DAS COISAS QUE ENCONTRAMOS NELE, AS QUAIS INSPIRAM POESIA E SAUDADES. FICO TRISTE AO VER PESSOAS DEIXANDO A TRANQUILIDADE DO INTERIOR PARA IR PARA OS GRANDES CENTROS, ONDE DEIXARÃO O VERDADEIRO PRAZER DE VIVER PARA SEREM ESCRAVIZADOS, NUMA ETERNA ILUSÃO DE VENCER NA VIDA, NÃO SABENDO ELES QUE, AO DEIXAR O SEU PEDAÇINHO DE TERRA NO SERTÃO, ESTÃO NA VERDADE JOGANDO A FELICIDADE FORA. MOREI TRINTA ANOS DE MINHA VIDA EM FORTALEZA, HÁ DEZ ANOS, MORO NO INTERIOR DO CEARÁ, NA PEQUENA SENADOR POMPEU, ONDE ESPERO TERMINAR OS DIAS DE MINHA VIDA.
francisco jairo
Já estive por duas vezes na serra do comissario e é show de bola, precisamos dar mais valor as nossas raizes e a nossa historia, parabens pelas fotos.
helena conserva
Nossa, essa imagem falou em mim.Até clonei ela pra meu blog. As fotos então do Angico Torto, falaram cada uma de uma maneira diferente em partes de mim
Anizio
Esta casa faz história/ O passado está presente/ Vive em nossa memória/ Quem já viveu com agente/ Nem mesmo o tempo apaga/ Lembrança as vezes amarga/ De quem de nós vive ausente./ Só não revive um passado/ Quem não está mais presente/ Só não lembra um grande amor/ Quem nasceu recentemente/ Mas o passado são lágrimas/ Que lava as nossa mágoas/ Faz do passado o presente.../ **************************** //Anizio

The comments to this entry are closed.